carreira ft

Quem me conhece pessoalmente, participou de algum evento meu ou me acompanha nas redes sociais, sabe que eu tenho o hábito de socializar o meu sentimento sobre a minha missão de vida. E esse feliz sentimento surge por eu ser autor da minha própria história (e não um mero coadjuvante) e me sentir um privilegiado por fazer o que amo e ainda ser remunerado por isso. E quando vou realizar alguma atividade fora da minha base, registro nas redes sociais com frases do tipo “partiu diversão”, já que ao exercer qualquer atividade, me divirto mesmo. E isso sem abrir mão…

“Não me preocupo tanto com o que sou na opinião dos outros, quanto o que sou na minha própria opinião; gostaria de ser rico de mim mesmo e não por empréstimo.” (Michel de Montaigne) Há tempos que os conceitos de marketing vêm sendo aplicados na gestão de imagem e planejamento de carreira das pessoas. Aliás, acredito que esta é uma das tendências irreversíveis dentro da dinâmica vigente na sociedade moderna. É comum ouvirmos a expressão: “Somos todos vendedores”. E para triunfar no jogo do universo corporativo é necessário antes de tudo vender a nós mesmos. A proposta deste ensaio é…

Procurar outro emprego ou tentar montar o meu próprio negócio? Fazer um MBA fora do país ou começar outra graduação? Tento diminuir a carga horária ou pleitear um aumento? O que fazer pra ter mais tempo pra mim e pra família? Preciso de mais dinheiro? Esses são apenas alguns dos muitos dilemas que assolam milhares de pessoas diariamente. Quem nunca acordou com aquela saudade de quando éramos crianças e nossos pais decidiam pela gente? O que faz uma decisão ser por vezes tão difícil é o fato de necessariamente assumir a responsabilidade e o risco das consequências. Observemos outra situação…

É inegável que as redes sociais hoje são acessadas por quase totalidade dos internautas brasileiros. Mais do que nunca é evidente que vivemos conectados e é espantosa a velocidade com que a informação circula. Basta um clique para que em poucos segundos milhares de pessoas tenham acesso ao seu pensamento, a sua vida, a sua opinião, ou seja, a você. Embora o público que frequenta assiduamente as redes sociais esteja na faixa entre 18 e 30 anos, os mais velhos também o fazem, muito. Outro dado observado é que a grande maioria dessas pessoas, em geral, ainda não estão maduras…

Todo colaborador espera que seus esforços, sua dedicação e sua competência sejam reconhecidos e que a promoção surja um dia. A construção de uma carreira não se concretiza do dia para a noite. Geralmente, ela vai sendo alicerçada gradualmente por meio do aperfeiçoamento das habilidades e das competências pessoais e profissionais. Com o mercado de trabalho cada dia mais exigente e competitivo, quando a chance aparece é sempre motivo de euforia e de comemoração. A estreia na nova função é marcada por alegrias, expectativas e elevada auto-estima, porém, o mesmo momento pode trazer sensações de medo e de insegurança, afinal, outras…

Considerando a reconfiguração do perfil profissional em meios as novas habilidades e competências exigidas, o comportamento pró-ativo e empreendedor, a inteligência emocional, a flexibilidade e adaptabilidade, a capacidade criativa e inovadora têm merecido destaque nos processos seletivos. Além das competências técnicas requeridas para uma função, as empresas têm valorizado profissionais que estejam lapidados à nova performance sinalizando para o envolvimento e comprometimento para com os objetivos e os resultados dos negócios. Para a consultora Meiry Kamia, a proatividade pode ser definida como sendo “um conjunto de comportamentos extrapapel em que o trabalhador busca espontaneamente por mudanças que tragam benefícios ou…

Planejar é preciso. Principalmente quando tratamos de vida pessoal e carreira. Há quem viva a vida como o refrão da música do Zeca Pagodinho: “deixa a vida me levar, vida leva eu…” Certamente quem vive desta forma não atinge as vitórias da vida que sonhou ou o emprego que desejou. Para alcançar os objetivos na vida e na carreira é preciso disciplina. Há ainda quem acredite que planejamento é uma forma de engessar a vida. Os que crêem nisso tem uma visão errônea do que significa planejamento de vida e carreira. Planejar significa pensar com antecedência os passos que serão…

Quando nossa vida profissional para é porque paramos antes em alguma outra área do nosso desenvolvimento. Sendo assim, se avaliarmos que setor é este, podemos definir ações que nos moverão para frente em direção a um novo emprego: Pode ser que você tenha parado de estudar. Neste caso, seu conhecimento tornou-se obsoleto ou insuficiente para ser relevante para as empresas. Uma nova formação acadêmica, um curso de pós-graduação ou uma língua estrangeira pode ser o que lhe falta para atingir uma nova colocação. Se você já tem um currículo excelente, talvez seja o momento de você vencer sua timidez. Por…

Vendedores se transformaram em consultores de vendas. Auditores são hoje professores. Chefes viraram líderes. A intenção não é apenas mudar o nome. Existe uma mudança (ou um desejo de mudança) nas empresas que é muito mais profundo. E como se livrar do velho jeitão de ser? Será que é preciso mesmo desaprender? Não se pode aproveitar nada? Talvez a primeira mudança devesse ser na forma como entendemos desempenho. Observe os novos paradigmas que influenciam nossas carreiras: Não existe chegar lá – Nosso know-how precisa estar em evolução constante, clientes demandam tratamento personalizado, as circunstâncias externas variam e são muitas vezes…

É sempre a mesma história. Todos falam em metas ou objetivos claros na vida, mas quando chega à hora de colocar tudo no papel, no micro ou palm é aquele sacrifício. As ideias não vêm e quando surgem são poucos os que conseguem descrever com clareza e objetividade o que se pretende. Há muito tempo atrás – coisa do século passado mesmo – eu tive a oportunidade de fazer um curso de apenas uma semana no SEBRAE e lá aprendi uma dessas regrinhas de ouro, que ajudam à vida da gente e que sigo até hoje. Simples, prática e super…

1 2