O bom humor nos momentos de emergência

0
Conceição Trucom

O dramaturgo romeno Eugène Ionesco, famoso criador do teatro do absurdo, escreveu um dia: O riso é a menor distância entre duas pessoas. Acrescentei, então: o mau humor é a maior distância entre duas pessoas.

Friedrich Wil, destacado educador alemão do século 19, escreveu: O aumento da sabedoria pode ser medido, com exatidão, pela diminuição do mau humor. Conclusão: o bom humor é a menor distância entre o desafio e a solução. O mau humor a maior distância.

Distanciamento conforme a socialização acontece, conforme seus corpos vão ficando mais densos (mais ossos, menos água).

Mas descobri também que o riso é um dos estados de Graça, que percola todos os demais estados de Graça. Observe a face de alguém em compaixão, em misericórdia, em amor ou em paz. E mais, uma criança durante seus primeiros dois anos precisa aprender muita coisa, seu corpinho precisa se adaptar e finalizar muitos processos do encarnar. Seu cérebro precisa construir do ponto zero uma infinidade de informações de sobrevivência, culturais, sociais etc.. Isto explica a função sagrada e sábia da natureza, de tanto riso e bom humor nestes primeiros anos de vida.

Tem que estar de bom humor para dar conta de tantas tarefas e inteligências sendo instaladas. Com os animais acontece o mesmo. Basta olhar os filhotes, ainda que seja de um leão ou rinoceronte, e logo desejamos pegar no colo e rir muito do que fazem.

Pois é, tudo para lhes convencer que faz parte da calma e da paz, do desapego e da entrega, este estado da Alma (Anima): risonho e brincalhão. Afinal, como afirmou Jesus no livro dos milagres: a vida é uma grande brincadeira. E veio um bem-humorado na sequência que disse: afinal, não vamos sair vivos dela mesmo…

A todo momento, leve sua impotência, insegurança, medo, ansiedade e culpa para praticar, na sua sala interna, a Terapia do Riso. Converse com seus desequilíbrios, brinque com eles, ria deles e pode ter certeza de que ficarão BEM menores que você.

Em momentos de emergência, em que for preciso usar aquelas máscaras de oxigênio dos aviões, você terá que fazer isso primeiro em você e depois nos mais necessitados. Aquele com dor, desesperança, em pânico sempre reagirá melhor se for construída uma ponte que gere a menor distância entre vocês, entre seus olhos e corações: o bom humor.

O interessante da prática do riso é que nos torna mais inteligentes, criativos, flexíveis, inspirados… Então, tenha certeza de que praticando desde ontem, na hora certa você saberá como criar essas pontes, esses atalhos do Bom Humor.

Para finalizar, reconheçamos o fato de que todos os seres de todos os reinos, iniciam sua chegada aqui na Terra da mesma forma: pura essência, espontâneos, abertos ao novo, aos aprendizados. Seja um broto, uma semente de cristal, um filhote, uma criança. Para manter contato com todos eles (jovens ou não), e também não se perder da sua essência, é importante não se perder do riso interno, da sua Alma.

mais artigos sobre Auto Desenvolvimento

 


Comments are closed.